Skip to content

Cardiologista

Arthur Emilio Malacarne Dutra

Especialidades

Cardiologista

Horário de Atendimento

Segunda  –  Sexta   8:00 – 18:00

Dr. Arthur Emilio Malacarne Dutra

Cardiologista | CRM - 11074

  • Graduado em Medicina pela Escola Superior de Ciências da Santa Casa de Misericórdia de Vitória – EMESCAM – Vitória/ES

  • Residência Médica em Clínica Médica – Servidor Estadual – SP

  • Residência em Cardiologia – Instituto Dante Pazzanese – SP

  • Título de Especialista em Cardiologia pela Sociedade Brasileira

Quando o assunto é coração, todo cuidado é pouco.

Além de cuidar da saúde de forma habitual, para viver uma vida de forma plena é necessário realizar exames e consultas para verificar como está o funcionamento do sistema circulatório. É aí que entra o Médico Cardiologista, o responsável por cuidar do músculo mais importante do nosso corpo: o coração. 

O profissional da área da Cardiologia é extremamente importante quando o assunto é saúde do coração, já que se dedica com muita responsabilidade na avaliação e no diagnóstico de todo o sistema circulatório. Além disso, há várias especialidades dentro da área que são muito interessantes para entender melhor sobre o trabalho desses profissionais e para obter um conhecimento mais amplo sobre esse assunto.

Assim, vale acompanhar a leitura para saber como um Cardiologista atua, quais as especialidades na área e os principais exames que você deve realizar para manter o seu coração sempre protegido. 

Vamos lá?

O que faz um Médico Cardiologista?

O Cardiologista é aquele que cuida da saúde do coração. Assim, os médicos que atuam nessa área são responsáveis pela consulta, diagnóstico, tratamento de doenças e disfunções ligadas ao sistema cardiovascular. 

A maior responsabilidade de um Médico Cardiologista é, em primeiro lugar, realizar uma consulta com o paciente, fazendo assim uma entrevista para conhecê-lo melhor, avaliando seus costumes diários como a alimentação, os movimentos realizados no dia a dia, o histórico familiar, entre outros. 

Assim, vem a parte da realização dos exames e testes físicos para analisar o resultado e apresentar ao paciente o diagnóstico que pode apresentar (ou não) disfunções no sistema cardiovascular. Após indicar a situação de saúde, o Médico Cardiologista oferece opções necessárias para a saúde e bem-estar, tal como como mudanças na dieta, realização de atividades físicas e, claro, a realização dos exames regulares.

Dentro da Cardiologia: as especialidades médicas do profissional

Por ser responsável pelo diagnóstico e tratamento do paciente de diversas doenças relacionadas ao sistema cardiovascular, o Cardiologista também pode realizar diferentes técnicas de cirurgia e transplantes.

Dentro da Cardiologia, há algumas subespecialidades: a Ecocardiografia, a Ultrassonografia, a Ergometria e Pneumologia são algumas delas. Acompanhe e conheça mais sobre o profissional de cada uma dessas áreas:

Ecocardiografia

O Médico Cardiografista é responsável pelo diagnóstico e tratamento de doenças e disfunções atreladas ao sistema cardiovascular, sendo aquele que realiza exames de ecocardiografia. Além de orientar pacientes, pode fornecer laudos, prescrever medicamentos e, se necessário, encaminhar o paciente para a realização de outros exames.

Ultrassonografia

Já o Médico Ultrassonografista é responsável por realizar exames de ultrassom geral, sendo o médico especialista que avalia e diagnostica como estão as estruturas superficiais e internas do corpo.

Pneumologia

A Pneumologia é uma área da Cardiologia que tem o objetivo de estudar e investigar doenças relacionadas ao aparelho respiratório. Assim, o especialista nessa área avalia como estão os pulmões, traquéias e brônquios do paciente.

Ergometria

O profissional da área da Ergometria realiza o diagnóstico de afecções cardiovasculares e também atua na avaliação terapêutica, tanto para fins de condicionamento físico como de reabilitação.

Existe hora certa para procurar um Médico Cardiologista?

É recomendado que os exames sejam realizados na adolescência para acompanhar o estado geral da saúde do coração. Depois dos 45 anos de idade, é fundamental que os homens façam exames com uma frequência maior, já que o surgimento de doenças tende a aumentar. Já para as mulheres, o mais indicado é que os exames regulares sejam feitos após a menopausa, por volta dos 50 anos.

Quanto à terceira idade, é ideal que o check-up esteja sempre em dia para acompanhar o estado de saúde do coração para acompanhar e evitar possíveis riscos de doenças cardiovasculares.

Antes de começar a praticar atividades físicas, faça um check-up para avaliar se está tudo bem

Antes de começar a praticar atividades físicas, faça um check-up para avaliar se está tudo bem

Antes de qualquer coisa, é importante constar que, fazer um check-up antes de começar a praticar atividades físicas é questão de bom senso. Afinal, só com a avaliação de um profissional você irá saber se está apto a se exercitar com segurança.

O check-up consiste em uma bateria de exames onde o profissional avalia como está o funcionamento do coração. A partir deles, é possível identificar indícios de problemas cardiovasculares ou respiratórios como, por exemplo, sopro, arritmia ou infarto.

Um olhar atento nos fatores de risco

Além disso, alguns fatores como a hipertensão, a obesidade, o colesterol e os triglicerídeos elevados, devem ser considerados importantes para que você realize exames do coração. Se, na família, há um histórico com pessoas que sofrem ou já sofreram com problemas cardiovasculares, é preciso ter uma atenção ainda maior. 

Exames para cuidar do coração 

É através dos exames – sempre indicados por um clínico geral ou Médico Cardiologista – é que o profissional da área irá diagnosticar como está o funcionamento do seu coração. Muitos deles podem ser realizados como exames de rotina, já outros, como o Teste de Esforço, M.A.P.A e Holter, por exemplo, são realizados quando há suspeita de doenças específicas. Conheça alguns desses exames:

Ecocardiograma de estresse: o esforço do bem

O Ecocardiograma de Estresse ou de Esforço é um exame em que se avaliam as estruturas cardíacas durante o estresse, que podem ser induzidos por medicamentos ou por esforço do paciente. A indicação mais frequente desse exame, é para avaliação das obstruções das artérias coronárias. Este exame é realizado praticamente com a mesma monitorização de um teste ergométrico, a diferença é que são inseridas imagens obtidas pelo ecocardiograma.

Eletrocardiograma: para verificar os seus batimentos cardíacos

O Eletrocardiograma é um método acessível e indolor muito eficaz para fornecer diversas informações sobre doenças cardíacas. É utilizado especialmente para detecção de arritmias, bloqueios da condução elétrica cardíaca, isquemia miocárdica, doenças do músculo cardíaco e metabólicas, efeitos de alguns medicamentos e no seguimento de portadores de hipertensão arterial. 

Doppler: avaliação dos vasos sanguíneos

Indicado para pacientes com fatores de risco como a hipertensão, o tabagismo, diabetes, histórico familiar de cardiopatia, entre outros, o Doppler é um exame não invasivo e indolor bastante utilizado para avaliação dos vasos arteriais cervicais, visualizando possíveis doenças cardiovasculares. 

Assim, é possível visualizar com mais facilidade a velocidade e a direção de fluxo do sangue, além de revelar a presença de estreitamentos ou obstruções nas artérias causadas por placas de gorduras. 

Além disso, esse exame pode ser utilizado para investigação de sintomas como alterações visuais súbitas ou tonturas.

Holter ou Eletrocardiograma Dinâmico de 24 horas: para avaliar o comportamento do coração

O Holter – também conhecido como Eletrocardiograma – tem como objetivo esclarecer dúvidas diagnósticas importantes, sendo assim muito útil para detectar arritmia em pessoas que já tiveram infarto, palpitações, taquicardias e também para acompanhar o estado de funcionamento de um marcapasso cardíaco artificial. Este exame também pode detectar isquemia no coração, ou seja, sinais de obstrução de artérias completas.

M.A.P.A: um mapeamento dos seus níveis de pressão

Este exame é realizado com um medidor automático de pressão arterial durante o período de 24 horas para que sejam avaliados os níveis de pressão através de um dispositivo colocado na cintura. Assim, serão avaliados os períodos em que o paciente estará acordado e também durante o período de sono.

Prova de Função Pulmonar: exame que avalia os fluxos de ar

O exame de Função Pulmonar é ideal para avaliar todo o sistema respiratório, revelando assim o estado de saúde do pulmão. É um exame bastante simples e indolor. O paciente irá soprar um tubo ligado a um espirômetro para que a respiração seja avaliada. É um exame indicado para pessoas com qualquer sintoma de doença pulmonar ou que sofrem com tosse crônica.

Teste Ergométrico: avaliação do sistema cardiovascular

O objetivo do Teste Ergométrico é avaliar anormalidades cardiovasculares que não estão presentes no repouso. Assim, se analisa o funcionamento cardiovascular e respiratório a fim de observar os desempenhos da frequência cardíaca e da pressão arterial antes e após o esforço físico.

Ultrassonografia: visualiza o fluxo sanguíneo em tempo real

É um exame de imagem acessível e indolor realizado por um transdutor que detecta alterações na estrutura anatômica e também no funcionamento de diversas estruturas do corpo. Assim, este exame de diagnóstico utiliza ecos gerados para verificar todos os órgãos do corpo.

Não esqueça: em primeiro lugar, a saúde do seu coração

Para finalizar, uma dica do bem:

É necessário enxergar seu coração como um amigo. Por esse motivo, além de todos os cuidados diários, consultas e exames regulares são mais do que bem-vindos para proteger o seu coração durante toda a vida. 

Play Video